HISTÓRICO

O projeto foi iniciado em 2009 na Baía de Castelhanos com a sensibilização dos moradores para a importância da manutenção e aprimoramento das técnicas de construção com terra crua. Envolveu 70 participantes em oficinas e apresentações, contando com recursos da Taxa de Preservação Ambiental da Prefeitura Municipal de Ilhabela –TPA/SMA e parceria da Escola Nacional de Arquitetura de Grenoble – DSA-Terra, através do arquiteto Alain Briatte Mantchev.

Em 2012 realizou a reabilitação de uma casa caiçara na Praia Mansa, comunidade localizada na Baía de Castelhanos, contando com financiamento do Centro de Experimentação em Desenvolvimento Sustentável – CEDS, por meio do convênio entre Colegiado Real Norte, Universidade Católica de Santos e Petrobrás. Teve como parceiros o Parque Estadual de Ilhabela e a Prefeitura Municipal de Ilhabela. Nesta etapa o projeto apresentou novas técnicas de construção com terra e promoveu a valorização do conhecimento dos construtores tradicionais.

A partir da articulação entre parceiros e comunidade, iniciou-se e está em curso a construção de uma residência piloto na Praia Mansa com apoio da Prefeitura Municipal de Ilhabela, onde estão sendo aprimoradas as técnicas de construção tradicional por meio da formação dos mestres taipeiros da Baía de Castelhanos.

Os resultados relacionados ao levantamento de custos, mão de obra, dificuldades de transporte e soluções de arquitetura compõem o diagnóstico que irá subsidiar junto ao poder público a criação de uma política de habitação nas comunidades tradicionais.

Acompanhe as atividades:

Baia de Castelhanos 2012

Baia de Castelhanos 2009/2010

Oficinas / Conferências

_____________________________________________________________________________

The project Morada de Barro fosters the continuum of constructive culture at Caiçaras Communities of Ilhabela Archipelago, in Brazil, through the renew and improvement of wattle and daub construction technics.

The  architects Alain Mantchev and Ligia Perissinoto together with the NGO team had the first edition of the project from 2009 to 2010 at Baía dos Castelhanos. Then, workshops and exhibitions were made in order to sensitize participants to the importance of maintaining and improving the technics. The Ilhabela City Hall sponsored it with it`s Environmental Tax.
 
The second edition of the project  was held in 2012. It  furbished one house in order to present technics of earth plastering and promote the local knowledge among traditional builders. Project could demonstrate the possibilities of earth building to address contemporary issues of housing.

The implementation of this edition was possible thanks to Sustainable Development Experimenting Centre (CEDS), Catholic University of Santos, Real Norte Collegiate and Petrobrás. The City Hall  was a key partner, togheter with State Park of Ilhabela.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: